Alocação é a categoria preferida dos fundos de pensões


Dos 59 fundos analisados pela Morningstar 44 pertencem à categoria de alocação, representando assim 75% do total dos fundos com dados. Logo depois vêm os fundos de pensões de Obrigações com 12% (6 fundos) e a categoria de Variado com 8% (5 fundos). Já a categoria de ações aparece no fim da tabela com 3 fundos e 5% dos fundos de pensões.

Comparando com os fundos de investimento, a categoria de Alocação continua a ser a favorita (71 fundos dos 240 analisados pela Morningstar em outubro), mas com uma percentagem a rondar os 30% do total de fundos. Muito perto aparecem os fundos de ações e de obrigações com 62 e 59 fundos de investimento dos 240 analisados.

Ações no topo das valorizações

No topo das valorizações aparecem os fundos de pensões cuja carteira é maioritariamente investida em Ações com 28,3% de crescimento nos últimos doze meses. Já a categoria de Alocação valorizou 6,47% no período analisado.  Nas Obrigações a valorização atingiu os 3,5%.

Comparando com o que aconteceu nos fundos de investimento, a categoria  de Ações cresceu mais nos fundos de pensões (15,7% nos fundos de investimento). O mesmo acontece com a categoria de Alocação que cresceu nos fundos de investimento 5,58%.

Já as Obrigações cresceram mais nos fundos de investimento do que nos fundos de penões, quando comparando 3,83% com 3,5%.

Outras notícias relacionadas


Anterior 1 3
Anterior 1 3

O Mais Lido

Próximos eventos