Tags: Obrigações | Ações |

Alfa a cinco anos está a recuperar


O Alfa está a recuperar terreno. Esta é a grande conclusão quando se analisam os dados Morningstar entre julho e novembro. O Alfa é a medida de avaliação da ‘performance’ mais utilizada para medir a contribuição do gestor para o desempenho final do fundo, sendo que o indicador tem vindo a melhorar.

Sempre a crescer

Entre julho e novembro o Alfa tem vindo a melhorar. Em julho o Alfa médio a cinco anos estava nos -3,95% enquanto no final do mês passado se situou nos -1,99%. Esta clara melhoria acontecem, sobretudo, devido aos meses que se seguiram à falência do Lehman Brothers, já que no Alfa a três anos a diferença não é tão substancial.

Em termos práticos, o Alfa em julho atingiu os -3,95%, em agosto -3,32%, em setembro -2,67%, em outubro -2,00% e em novembro -1,99%

Desvio-padrão estável

Apesar dos valores do Alfa terem diminuído substancialmente nos últimos cinco meses, o desvio-padrão comprova que a volatilidade se têm mostrado estável. No período em análise, o desvio-padrão do Alfa situou-se entre os 3,95% e os 3,00%.

Assimetria próxima de zero

O Alfa a cinco anos está a tornar-se simétrico. Com a skewness do Alfa a cinco anos nos -0,13, a grande conclusão é que o valor está a ficar simétrico. Ou seja, o comportamento dos gestores, em relação à sua performance, está a melhorar e está a tornar-se simétrica entre todos os profissionais do setor.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos