Tags: Emergentes | Latam | Ações |

Agosto pouco quente nas captações da indústria brasileira


A soma captada pelos fundos de investimento brasileiros no mês de agosto não foi a mais simpática. Os números que datam de 22 de agosto, indicam que até esta altura a captação de recursos quase caiu para metade. Segundo os dados compilados pelo meio de comunicação “Arena do Pavini”, no dia 15 de agosto os fundos de investimento somavam entradas de 31 mil milhões de reais, enquanto no dia 22 esse valor caiu para 17 mil milhões.

O grande responsável, dizem, foi o fundo Bradesco FI Referenciado DI Performance que teve um resgate de 12 mil milhões de reais no dia 21, e outro de 3,3 mil milhões no dia 22 de agosto.

Depois destas saídas, o património do fundo caiu de 25,6 mil milhões de reais para 13,6 mil milhões. Com estes resgates, a captação dos fundos DI no mês caiu de 17 mil milhões de reais, para 3 mil milhões, segundo os dados da ANBIMA.

Nas restantes categorias, as alterações não foram significativas. As maiores saídas de dinheiro, até à data já referida, aconteceram nos fundos de ações, de onde saíram 700 milhões de reais. A maior captação, por outro lado,  pertence aos fundos de curto prazo, que arrecadaram 9 mil milhões de reais no período em questão. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos