Tags: Legal | Europa |

AEM integra a “European IPO Task Force”


Três das principais associações dos mercados de capitais europeus, a FESE - Federation of European Securities Exchanges, a EVCA - European Private Equity and Venture Capital Association e a EUROPEAN ISSUERS, dimanizaram a criação de um comité de especialistas que tem como missão apresentar, à Comissão Europeia e ao Parlamento Europeu, propostas de solução para os desafios a longo prazo que se colocam ao mercado de capitais na Europa, em especial em matéria de IPOs (Ofertas Públicas Iniciais).

Tal como é referido na “Comunicação da Comissão relativa ao Financiamento de Longo Termo da Economia Europeia”, a criação desta “European IPO Task Force” complementa os esforços que a própria Comissão Europeia vem realizando no sentido de aumentar a capacidade de financiamento a longo prazo dos mercados financeiros europeus.

A AEM (Associação de empresas emitentes de valores cotados em mercado) será a única instituição portuguesa representada na iniciativa, e o diretor executivo da AEM, Abel Sequeira Ferreira, foi convidado a integrar este comité de especialistas. 

O âmbito do trabalho a desenvolver é abrangente, analisando o financiamento das empresas através do mercado de capitais, de forma ampla, ou seja, não apenas no que respeita a IPOs mas também quanto aos outros instrumentos financeiros disponíveis para as empresas. O trabalho a desenvolver deverá contribuir ainda para o planeamento legislativo em matéria de investimento a longo prazo, nos termos do debate iniciado pelo Livro Verde publicado pela Comissão no ano passado.

Abel Sequeira Ferreira realça a importância desta iniciativa, recordando que “o Comité de Especialistas criado nos Estados Unidos da América, semelhante a este que é agora apresentado, conduziu à publicação do muito importante JOBS Act, em 2012”, e enfatiza que “o facto de integrar este Comité de Especialistas constitui o reconhecimento pelo trabalho que a AEM tem vindo a realizar, tanto a nível nacional como europeu, na apresentação de propostas oportunas, concretas e consistentes, para a dinamização dos mercados de capitais ”.

O Director Executivo da AEM sublinha ainda “a necessidade de os mercados de capitais europeus deverem permitir reforçar os meios de financiamento disponíveis para as empresas e, por essa via, contribuir para promover a respectiva (re)capitalização e consolidação, assim como, a circunstância de a recuperação económica e o desenvolvimento sustentável a longo prazo da Europa dependerem da concretização do potencial dos mercados de capitais no financiamento das empresas” como os dois grandes eixos de desenvolvimento do trabalho da Task Force europeia.

Profissionais

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos