Tags: Negócio |

Activos da área de gestão de patrimónios da CGD aumentam 21,6% no primeiro semestre


De acordo com o comunicado à CMVM, os recursos fora de balanço, no final do segundo semestre, ascendiam a 12.527 milhões de euros o que corresponde a uma subida de 12,9% face aos primeiros seis meses de 2012. A grande contribuição foi da área de patrimónios, excluindo as carteiras das seguradoras do Grupo CGD, que viu os seus activos subirem 21,6% para os 5.624 milhões de euros sob gestão. No que refere aos activos de fundos de pensões, estes progrediram 7,4% entre o primeiro semestre deste ano e o período homólogo, situando-se nos 2.282 milhões de euros. Em fundos de investimento, a variação é igualmente positiva, tendo avançado 6,4% para 4.621 milhões de euros.    

As comissões da área de negócio de gestão de activos, do grupo CGD, totalizaram 9,3 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano, o que representa uma descida de 12,5% face aos 10,7 milhões do período homólogo de 2012, de acordo com o comunicado à CMVM.

No total, as comissões líquidas decresceram 0,7% para os 256,1 milhões de euros. Também a contribuir para este resultado negativo estiveram as comissões da actividade internacional que caíram 5,0% para os 65,8 milhões de euros. Pelo contrário, as comissões da banca de investimento progrediram 23,3% para 32,4 milhões de euros e as da CGD Portugal subiram 1,0% para 173,5 milhões de euros no final de Junho, segundo informou a entidade ao regulador.

O Resultado Líquido consolidado do Grupo CGD no primeiro semestre de 2013 foi negativo de 181,6 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos