Ações Portugal dominam no quadrimestre


O primeiro terço do ano é sinónimo de “ações Portugal”. Depois de nos últimos tempos do ano passado o mercado nacional ter sofrido um revés, o ano de 2015 tem mostrado um “sorriso” à indústria de fundos de investimento e, sobretudo, aos fundos de ações nacionais.

De acordo com os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), os fundos de ações em Portugal (categorias APFIPP: Ações Nacionais; Ações Internacionais; Ações UE, Suíça e Noruega; Ações Sectoriais e Ações Internacionais) atingem uma rendibilidade média de 12,75% nos primeiros quatro meses do ano.

Os primeiros lugares do ranking são ocupados pelos fundos que investem no mercado nacional e que foram impulsionados pela subida do PSI-20 em cerca de 27% nos primeiros quatro meses do ano. Deste modo, a liderança vai para o Millennium Acções Portugal. Gerido pela Millennium Gestão de Activos o fundo nos primeiros quatro meses de 2015 atingiu uma rendibilidade de 25,88%, com o segundo melhor produto a ser o Banif Acções Portugal, da Banif Gestão de Activos, com ganhos de 23,61%.  O último lugar do top3 é ocupado pelo BPI Portugal. Gerido pela BPI Gestão de Activos o fundo foi premiado no último ano pela Morningstar como sendo o melhor fundo nacional de ações Portugal, tendo atingindo nos primeiros quatro meses do ano uma valorização de 21,78%.

Com uma rendibilidade superior a 20% ainda figura um produto: o Caixagest Acções Portugal. Gerido pela Caixagest, este fundo consegue uma subida de 20,73% no primeiro quadrimestre do ano.

A completar o rol de produtos que investem em ações nacionais e que estão no topo do ranking dos mais rentáveis nos primeiros quatro meses do ano figura mais dois produtos: o Santander Acções Portugal e ainda o NB Portugal Acções. O fundo gerido pela Santander Asset Management atingiu ganhos de 19,14% enquanto o fundo da GNB Gestão de Ativos subiu 18,33% entre o final do ano passado e o final do mês de abril.

Japão a crescer

O primeiro fundo de ações que não investe no mercado nacional é o Caixagest Acções Japão. É o segundo mais rentável nos últimos doze meses e o sétimo dos fundos de ações que mais valorizou em 2015. Gerido pela Caixagest, o fundo consegue apresentar uma rendibilidade de 17,55% no período em análise.

Além deste fundo destaque, também, para o BPI Ásia Pacífico que também investe no oriente e que consegue uma subida de 15,70%.

Os 20 fundos de ações mais rentáveis em 2015

FundoGestoraCategoria APFIPPRendibilidade quadrimestre (%)
Millennium Acções PortugalMillennium Gestão de ActivosAções Nacionais25,88
Banif Acções PortugalBanif Gestão de ActivosAções Nacionais23,61
BPI PortugalBPI Gestão de ActivosAções Nacionais21,78
Caixagest Acções PortugalCaixagestAções Nacionais20,73
Santander Acções PortugalSantander Asset ManagementAções Nacionais19,14
NB Portugal AcçõesGNB Gestão de AtivosAções Nacionais18,33
Caixagest Acções JapãoCaixagestAções Internacionais17,55
BPI IbériaBPI Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega16,14
BPI Ásia PacíficoBPI Gestão de ActivosAções Internacionais15,70
Montepio AcçõesMontepio Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega15,18
Montepio CapitalMontepio Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega14,75
Millennium Euro FinanceirasMillennium Gestão de ActivosAções Sectoriais14,53
Caixagest Acções EmergentesCaixagestAções Internacionais14,20
Montepio Euro Financial ServicesMontepio Gestão de ActivosAções Sectoriais14,05
Montepio Euro EnergyMontepio Gestão de ActivosAções Sectoriais13,89
NB Ações EuropaGNB Gestão de AtivosAções UE, Suíça e Noruega13,78
Montepio Euro HealhcareMontepio Gestão de ActivosAções Sectoriais13,45
Popular AcçõesPopular Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega13,30
BPI ÁfricaBPI Gestão de ActivosAções Internacionais12,83
Montepio Acções InternacionaisMontepio Gestão de ActivosAções Internacionais12,76
Fonte: APFIPP nos primeiros quatro meses do ano
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos