A última incursão de Warren Buffett: repete a aliança com a 3G Capital para comprar outra empresa alimentar


Não se poderia passar outro ano sem que acontecesse uma compra importante protagonizada por Warren Buffett. Desta vez foi o jornal diário Wall Street Journal o encarregado de dar a notícia: o famoso investidor value por excelência está a planear financiar a Burger King na aquisição da Tim Horton, uma cadeia norte-americana de cafés e donuts. Também de acordo com o jornal diário norte-americano, a holding Berkshire Hathaway ficará responsável por contribuir com os 25% de fundos necessários para que a compra se efetue, e em troca receberá ações preferenciais.

Uma das razões que motivou a Burger King  (propriedade do fundo brasileiro 3G Capital) a lançar a oferta, foram os altos impostos que as empresas com sede nos EUA têm de pagar: depois de comprar a Tim Horton, a cadeia de fast food planeia mudar a sua sede para Ontario (província canadiana) de forma a beneficiar do imposto canadiano das sociedades de 15%, face aos 35% de tributação que recai nas empresas em terreno norte-americano, como explicam da Forbes.

Esta não é a primeira aventura do Óraculo de Omaha na indústria alimentar. Buffett é há anos acionista da Coca-Cola. Para além disso, graças à aliança com o fundo 3G Capital, controlada pelo empresário – e amigo pessoal  - Jorge Paulo Lemann, o guru participou na aquisição do fabricante de ketchup Heinz em 2013. Na verdade, em março deste ano Buffett declarou que a gostaria de comprar mais ações da empresa.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos