Tags: Emergentes | Pensões |

A progressão do investimento dos fundos brasileiros em ações estrangeiras


Os fundos brasileiros que replicam rendimentos de ativos no exterior registaram um crescimento para o quíntuplo em 12 meses, atingindo um volume record, com a desaceleração da economia doméstica e com os mercados locais a estarem estagnados antes da eleição presidencial de outubro.

Segundo a informação disponibilizada pela publicação brasileira Investidor Institucional, os fundos mútuos e hedge funds criados para que os investidores possam aceder ao mercado estrangeiro por meio de contas denominadas em reais tinham 2,93 mil milhões de reais em junho, bem acima dos 608,9 milhões registados há um ano atrás.

Segundo a empresa de consultoria Risk Office, os fundos brasileiros que se focam em rendimentos no exterior registaram um retorno médio de 20,4% nos 12 meses, superando o avanço de 12% do Ibovespa no período.

As informações da consultora dão ainda conta de que os principais investidores destes fundos são pessoas físicas com recursos entre 1 milhão e 100 milhões de reais. Os fundos de pensões representam cerca de 10% do montante investido em fundos focados no exterior com base local, referem também da mesma entidade.  

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos