A consistência nos fundos de alocação do mercado nacional


Uma forma de verificar a consistência e a eficiência da gestão em determinados períodos temporais é a utilização do Sharpe Ratio. Este rácio diz-nos qual foi a rendibilidade conseguida sobre o ativo sem risco por cada unidade de risco assumida. Assim, quanto maior for este rácio, mais consistente e mais eficiente é o fundo de investimento. É, também, um excelente indicador para comparar produtos com os mercados e até entre os próprios fundos. Para Fernando Nascimento, da CA Gest, numa entrevista concedida à Funds People o Sharpe ratio “permite ao investidor avaliar o excedente de rendibilidade de um fundo face a aplicação de rendimento fixo percebida como de baixo risco, constituindo efetivamente o prémio de risco intrínseco do fundo”.

Entre os diversos produtos de alocação que compõem o mercado português e cujos Sharpe Ratios são conhecidos, aquele que regista o maior valor nos doze meses anteriores ao final do mês de agosto, é o MNF Valor. Gerido pela MNF Gestão de Activos o fundo regista um Sharpe Ratio de 1,74 no período em análise, segundo os dados disponibilizados pela Morningstar através da sua plataforma online. No mesmo período regista uma rendibilidade de quase 9,5%.

Entre os fundos de alocação, existem mais dois que conseguem ter um sharpe ratio superior a 1,5: o Invest AR PPR e ainda o CA Flexível. O primeiro é gerido pela Invest Gestão de Activos e o seu rácio é de 1,65; enquanto o segundo, gerido pela CA Gest, apresenta um valor de 1,53. Em ambos os casos as rendibilidades nos últimos dozes meses são positivas, com o produto da Invest Gestão de Activos a superar os 9,76% e o fundo CA Flexível a valorizar 2,34%.

Além dos três fundos referidos, existem mais duas dezenas que conseguem ter um Sharpe ratio superior a 1. Com o valor de 1,46 surge o Santander Poupança Futura FPR da Santander Asset Management. Seguem-se dois fundos da Optimize Investment Partners, ambos com um sharpe ratio superior a 1,3: o Optimize Cap Ref PPR Acções e ainda o Optimize Cap Ref PPR Moderado.

Em sétimo lugar surge um fundo da GNB Gestão de Ativos. É ele o NB Estratégia Ativa II cujo sharpe ratio se situa nos 1,26. Em termos de rendibilidade é o primeiro da lista que não regista uma evolução positiva nos últimos doze meses. Com um Sharpe ratio de 1,24 surgem dois produtos geridos por entidades diferentes: o Montepio Global da Montepio Gestão de Activos e ainda o Optimize Investimento Activo da Optimize Investment Partners. Com um índice Sharpe acima de 1,20 ainda figura, ainda, mais um produto. Trata-se do NB PPR da GNB Gestão de Ativos.

‘Defesa’, ‘flexibilidade’ ou ‘longo prazo’: o melhor ataque

Nos restantes produtos que têm um sharpe ratio acima de um, existem três categorias dominantes: os fundos flexíveis, os fundos defensivos e ainda os fundos poupança reforma.

Entre os flexíveis encontramos dois geridos pela GNB Gestão de Ativos e ainda um sob responsabilidade da Santander Asset Management. Da GNB Gestão de Ativos surgem os fundos NB Plano Prudente e ainda o NB Plano Crescimento, que "estão sob o olhar atento" de Marta Martins, a responsável pelos produtos. Já da Santander Asset Management o fundo presente é o Santander Global.

Contudo, são os Fundos Poupança Reforma, os que maior presença registam entre os fundos de alocação com maior sharpe ratio. Os fundos já mencionados – Santander Poupança Futura, Optimize Cap Ref PPR Acções, Optimize Cap Ref PPR Moderado e o NB PPR – juntamente com o Millennium Poupança PPR, Optimize Cap Ref PPR Equilibrado, BPI Reforma Investimento PPR e ainda o Santander Poupança Invest FPR são os produtos da categoria que apresentam um rácio superior a 1.

Classificados como Multi-Ativos Defensivos existem três produtos que conseguem ter um valor superior a um neste indicador: o Popular Global 25 da Popular Gestão de Activos, o Caixagest Seleção Global da Caixagest e ainda o Millennium Prestige Conservador. Este último é o terceiro maior produto do mercado nacional, estando sob a responsabilidade da equipa da Millennium Gestão de Activos.

Os 30 fundos de alocação com maior rácio Sharpe

FundoGestoraRendibilidade 1 ano (%)Sharpe Ratio
MNF ValorMNF Gestão de Activos9,462291,74
Invest AR PPRInvest Gestão de Activos9,767761,65
CA FlexívelCA Gest2,342671,53
Santander Poupança Futura FPRSantander Asset Management0,28891,46
Optimize Cap Ref PPR AcçõesOptimize Investment Partners8,288851,35
Optimize Cap Ref PPR ModeradoOptimize Investment Partners5,961071,31
NB Estratégia Ativa IIGNB Gestão de Ativos-2,163781,26
Montepio GlobalMontepio Gestão de Activos3,136721,24
Optimize Investimento ActivoOptimize Investment Partners5,497681,24
NB PPRGNB Gestão de Ativos-0,137361,22
Popular Global 50Popular Gestão de Activos-0,003921,19
NB Plano PrudenteGNB Gestão de Ativos-0,092721,17
Santander GlobalSantander Asset Management0,884691,15
Popular Global 25Popular Gestão de Activos-0,546631,11
Popular Global 75Popular Gestão de Activos-0,023731,09
Millennium Poupança PPRMillennium Gestão de Activos1,353141,08
Optimize Cap Ref PPR EquilibradoOptimize Investment Partners5,103731,07
Caixagest Seleção GlobalCaixagest0,719781,06
BPI Reforma Investimento PPRBPI Gestão de Activos0,432551,04
NB Plano CrescimentoGNB Gestão de Ativos-1,901451,03
Santander Poupança Invest FPRSantander Asset Management1,015671,02
Millennium Prestige ConservadorMillennium Gestão de Activos0,352031
Montepio Multi Gestão EquilibradoMontepio Gestão de Activos1,977681
Banif Investimento ConservadorBanif Gestão de Activos-2,284550,97
NB Estratégia AtivaGNB Gestão de Ativos-3,565940,96
BPI GlobalBPI Gestão de Activos1,670490,92
Millennium Investimento PPRMillennium Gestão de Activos-0,504760,92
Millennium Prestige ModeradoMillennium Gestão de Activos0,667660,92
Millennium Prestige ValorizaçaoMillennium Gestão de Activos1,371050,89
Banif Investimento ModeradoBanif Gestão de Activos-3,763270,76
Fonte: Morningstar no final de agosto
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos