46% dos banqueiros privados brasileiros já são certificados


Globalmente, a certificação tem vindo a ser impulsionada por associações e entidades reguladoras do sector financeiro. O Brasil não é excepção tendo metas bem definidas. Conforme publicava, no ano passado a Funds People, a ANBIMA estipulou que até 2015 50% dos profissionais das instituições participantes devem ser financial planners certificados.

Os últimos dados da ANBIMA referentes à área de private banking revelam que, no fecho do ano passado, se observou um aumento na ordem dos 16,9% do número de profissionais, em especial daqueles que possuem o título de Certified Financial Planner (CFP).

Assim, o objetivo que estava definido para dezembro deste ano (40% dos profissionais terem CFP) é claramente atingido, pois actualmente, entre os banqueiros privados, a certificação atinge os 46%, o que denota a maior especialização na gestão de patrimónios no mercado brasileiro.

A evolução é positiva ao longo dos anos, uma vez que em dezembro 2011 existiam apenas 229 banqueiros dos 721 existentes com certificação. Um ano mais tarde, o número de profissionais subia para 741 e certificados eram mais 65. No final do ano passado era atingido um novo recorde com 395 bankers com CFP de um universo de 858. Igualmente crescente, embora de forma menos expressiva é a certificação de assistentes e outros profissionais do segmento da banca privada que colaboram diretamente com os banqueiros privados.  

A destacar, igualmente, o número elevado de grupos económicos neste segmento de negócio que, em termos absolutos, ascendeu a 54.314 em dezembro de 2013, correspondendo a uma ampliação de 11,3% face a dezembro de 2012. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos