3 anos: a coqueluche de cada gestora


É no longo prazo que os fundos de investimento apresentam os seus melhores resultados, quando comparados com outros produtos financeiros disponíveis para os investidores. Os últimos três anos foram marcados por alguns acontecimentos que ocorreram a nível global nos mercados financeiros e que influenciaram as rendibilidades dos fundos de investimento.

Em Portugal existem 16 gestoras mobiliárias e em cada uma, há um produto que se distingue nos últimos três anos. Segundo os dados da Morningstar, em termos médios, a rendibilidade atingida foi de 12,15% tendo, no final de outubro, quase 350 milhões de euros em volume sob gestão.

O grande líder, no mercado nacional, no período analisado é o fundo Invest AR PPR, gerido pela Invest Gestão de Activos. A sua rendibilidade é de 21,93% sendo o único produto com ganhos acima de 20%. De acordo com a carteira publicada no portal Morningstar, dois terços do fundo está aplicado em obrigações e o restante valor em ações. As maiores posições são ocupadas por títulos de dívida pública portuguesa e espanhola e por ETFs da iShares (iShares STOXX Europe 50 e o iShares Euro STOXX 50 Dist). Em termos de ativos sob gestão o valor atinge os 5,1 milhões de euros no final de outubro.

Com a aposta no sector da saúde a dar frutos, surge, na segunda posição o Montepio Euro Healthcare. Gerido pela Montepio Gestão de Activos o produto fecha o período analisado com uma rendibilidade anualizada de 19,79% e mais de 10 milhões de euros sob gestão. O fundo tem exposição às maiores empresas mundiais do sector como é o caso da Novartis, Sanofi, Bayer, Roche ou GlaxoSmithKline.

O top 3 é fechado com um fundo que investe na América do Norte, que é a categoria que apresenta a melhor rendibilidade média no período. O fundo Santander Acções América, da Santander Asset Management é o terceiro produto mais rentável e a maior coqueluche da entidade nos últimos três anos. A sua rendibilidade anualizada atinge os 17,28% e tem mais de 28 milhões de euros sob gestão. A sua carteira é composta apenas por companhias norte-americanas tais como a Apple, Exxon Mobil, Microsoft ou a Johnson & Johnson.

Os dois fundos mais rentáveis que se seguem investem, igualmente, no mercado norte-americano. São eles: o Caixagest Acções EUA e ainda o Millennium Acções América. O produto da Caixagest apresentam uma valorização anualizada de 16,06% enquanto o da Millennium Gestão de Activos subiu 15,58%. Além destes ainda aparece na lista o BPI América D, da BPI Gestão de Activos, com uma rendibilidade anualizada de 14,57%.

Os 16 fundos

FundoEstrelas MorningstarGestoraRendibilidade 3 anos (%)Ativos sob gestão
Invest AR PPR5Invest Gestão de Activos21,932 5 180 879 €
Montepio Euro Healthcare2Montepio Gestão de Activos19,791 10 451 663 €
Santander Acções América2Santander Asset Management17,280 28 083 236 €
Caixagest Acções EUA2Caixagest16,064 68 686 094 €
Millennium Acções América2Millennium Gestão de Activos15,582 8 643 200 €
ES Obrigações Europa5ESAF F.I.M.14,892 41 142 479 €
BPI América D1BPI Gestão de Activos14,576 32 046 021 €
CA Garantido Rendimento Fixo Crédito Agrícola Gest10,935 8 089 771 €
Optimize Europa Valor3Optimize Investment Partners10,926 7 155 689 €
Barclays Obrig Euro 2015 II Barclays Wealth Mgr. Portugal9,547 25 397 559 €
Patris Acções Europa2Patris Gestão de Activos8,926 1 014 896 €
Popular Acções2Popular Gestão de Activos8,430 10 757 599 €
BBVA Gestão Flexível4BBVA Gest8,214 80 242 212 €
Banif Acções Portugal3Banif Gestão de Activos8,194 6 749 498 €
Dunas Banco BIC Brasil Dunas Capital - Gestão de Activos6,784 8 717 965 €
MNF Valor3MNF Gestão de Activos2,470 
Análise Funds People a partir dos dados disponibilizados pela Morningstar a 31 de outubro
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos